Agora é lei: limpeza de carrinhos e cestas de supermercados

Agora é lei: limpeza de carrinhos e cestas de supermercados
Postado em: 05/27/16 2:58 PM

Ideia proposta pelo deputado Julio Cesar visa proteger clientes contra bactérias causadoras de doenças

 

A Lei 5.659/2016 de autoria do deputado Julio Cesar foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal desta sexta-feira (27). Agora, os estabelecimentos comerciais devem higienizar, a cada 24 horas, as cestas de mão e os carrinhos de compras oferecidos por eles para transportar os produtos. “Em um mundo onde bactérias cada vez mais fortes têm se espalhado com facilidade, é preciso se prevenir. Cada hora aparece uma doença pior do que a outra. Precisamos nos cuidar”, destaca parlamentar.

 

Assim como as prateleiras, que expõem os produtos nos supermercados e outros estabelecimentos comerciais, carrinhos e cestas também são objetos que ficam expostos ao meio ambiente, por onde passam milhões de bactérias por dia. E geralmente esses utensílios passam de pessoa para pessoa sem a limpeza prévia das mãos. Não raras vezes, além de carregar as compras, os clientes também transportam bolsas, crianças com calçados, etc.

Para o distrital, a Lei tem como objetivos garantir a saúde e a segurança do consumidor, diante dos riscos provocados por práticas no fornecimento de produtos e serviços, que podem ser nocivos. De acordo com o texto da Lei, deve ser feito um processo de limpeza e desinfecção, garantindo assim a cada 24 horas, a remoção da sujeira, dos resíduos alimentares e a destruição dos microorganismos.

 

A ideia é minimizar o perigo da contaminação dos alimentos ou das pessoas por bactérias causadoras de doenças como diarreia, conjuntivite, entre outras. Caso a norma não seja cumprida haverá aplicação de multa que varia de R$ 500 a R$ 50 mil, além de outras penalidades previstas no projeto.

Por Priscylla Maxima